Em jogo de poucas chances, Vitória empata com o Botafogo, no Rio

0
17
Domingo tradicionalmente é dia de futebol.

Com a greve que atingiu o país e deixou os postos sem gasolina, o jeito era mesmo se acomodar no sofá de casa para curtir o duelo entre Vitória e Botafogo. Com poucas emoções, o jogo terminou empatado em 1×1. O confronto foi no Engenhão, no Rio de Janeiro.

Quem esperava curar o tédio dominical com um jogaço no Rio, precisou esperar os minutos finais do primeiro tempo para começar a ver lances perigosos e que deram alguma emoção à partida.

A primeira etapa teve poucas chances. O Botafogo até chegou com boa jogada de João Pedro, mas sem oferecer tanto perigo ao goleiro Elias, que estava atento aos lances.

Sem grandes chances de gol durante o duelo, os times tentavam furar o bloqueio adversário sem sucesso. Até que, aos 38 minutos, o Leão aproveitou uma bobeira botafoguense e abriu o placar.

Do meio de campo, Bochecha recuou para Jefferson. Denílson chegou junto na marcação e viu o goleiro se desesperar e dar um toque curto para Marcinho. O lateral não conseguiu dominar, Neilton roubou a bola e cruzou para Denílson, que só teve o trabalho de mandar para o gol vazio e deixar o dele.

Foram apenas cinco minutos de alegria até que a mais cruel das leis entrou em ação: a Lei do Ex. Aos 43, Jefferson se redimiu e com um lindo chute fez uma ligação direta com Kieza. O ex-jogador do Leão recebeu, ganhou de Ramon e, com tranquilidade, marcou o gol de empate.

Os times proporcionaram à torcida, nesses cinco minutos, o que não fizeram durante toda a primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO
O segundo tempo foi de maior movimentação, mas ainda sem grandes chances de gol para nenhum dos lados. O Botafogo começou melhor e conseguiu uma única boa oportunidade com cinco minutos, novamente João Pedro ofereceu perigo. Porém, quando o botafoguense mandou rasteiro para a área, Ramon salvou o Leão.

O time do técnico Vagner Mancini demorou a responder e perdeu uma chance incrível aos 28 minutos, quando Neilton cruzou e Wallyson furou na hora da finalização.

Com bastante dificuldade de penetrar a área do Botafogo, o Vitória não conseguiu criar. Mancini ainda tentou sua cartada final ao colocar André Lima na vaga de Wallyson, só que o camisa 99 não  conseguiu mudar a história do jogo e o Leão ficou apenas no 1×1 com o alvinegro.

O Botafogo ainda ofereceu risco em uma cobrança de falta no fim do confronto, mas Elias, seguro, defendeu e garantiu esse pontinho fora de casa.

Com o resultado, o Vitória seguiu com sua marca de marcar e sofrer gols em todos os jogos deste Brasileirão. Nos sete jogos que fez, o Leão marcou 11 vezes, mas teve sua defesa vazada em 12 oportunidades. Até o momento, o rubro-negro acumula dois triunfos, dois empates e três derrotas.

O Vitória já volta a campo na quarta-feira (30), quando enfrentará o Internacional, às 19h30, pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Barradão. Para essa partida, Rhayner, que recebeu o terceiro cartão amarelo, ontem, está suspenso e não joga. Já o zagueiro Kanu volta de suspensão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui