PT ‘desconta’ 2 dias para comparar novamente Mandela a Lula

0
10


Petistas destacaram nesta quarta-feira os 100 anos do nascimento do líder sul-africano e os “100 dias” da prisão do ex-presidente brasileiro.

PT aproveitou a data que marca os 100 anos do nascimento de Nelson Mandela para voltar a comparar o ex-presidente Lula (PT), preso desde o último dia 7 de abril, ao líder sul-africano, símbolo da luta contra o apartheid, falecido em dezembro de 2013.
A rigor, no entanto, o petista está há 102 dias detido na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Lula tem se comparado a Mandela frequentemente, pelo menos desde janeiro, após sua condenação pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).
A relação entre os 100 anos de nascimento de Mandela e os “100 dias” da prisão de Lula foi amplamente destacada por petistas nas redes sociais nesta quarta-feira (18).
“100 anos de Nelson Mandela. 100 dias da prisão sem provas de Lula. Mandela vive, #LulaLivreJá!”, escreveu o perfil do ex-presidente no Facebook.
A mensagem foi compartilhada pelos deputados federais Paulo Pimenta e Waldenor Pereira, o ex-ministro Alexandre Padilha e o senador Lindbergh Farias, entre outros.
“Mandela 100 anos: o mundo relembra um dos maiores líderes do século 20. E nesta data lembramos dois estadistas, dois líderes mundiais, os dois sofreram perseguição judicial via comando dos EUA para manter os interesses do imperialismo. #Lula e #Mandela, Mandela e Lula biografias parecidas”, defendeu o deputado federal Afonso Florence.
“100 anos de Nelson Mandela. 100 dias da prisão política de Lula. Dois líderes que sempre lutaram pelo povo”, postou o Partido dos Trabalhadores.
“Hoje, Nelson Mandela faria 100 anos. Lula completou 100 dias de prisão política. Uma data histórica, simbólica, para celebrarmos o imenso legado de dois dos maiores líderes populares da história e lembrarmos das injustiças das quais foram vítimas. Eles lutaram pelos que mais precisam e por isso foram perseguidos, atacados e condenados sem provas. Mas #MandelaVive e Lula continua livre na mente e no coração de milhões de brasileiros”, escreveu o ex-governador Jaques Wagner.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui