Contra Ciro, Temer colocou cargos em xeque para pressionar Centrão

Considerado o mais vulnerável do bloco na transação, o PP poderia perder os ministérios da Saúde, Cidades e Agricultura, que juntos somam R$ 153,5 bilhões em orçamentos.

0
26

Democratas, PP, PR, PRB e Solidariedade chegaram perto de anunciar apoio à candidatura de Ciro Gomes (PDT) ao Palácio do Planalto, mas pesaram contra a aliança uns “recados” enviados pelo presidente Michel Temer (MDB) por meio de interlocutores.

Segundo o Estadão, o emedebista ameaçou tirar cargos de confiança do governo de partidos do Centrão que levassem à frente a ideia de marchar com o pedetista, mesmo sem impor a adesão à campanha de Henrique Meirelles, por enquanto, pré-candidato do MDB.
Em jogo, somente os ministérios da Saúde, Cidades e Agricultura, que juntos somam R$ 153,5 bilhões em orçamentos, renderiam um baita prejuízo ao PP, considerado o mais vulnerável do bloco na transação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui