‘Ciro está fora de controle’ e afasta aliados, afirma coluna

0
47

A declaração dada ao programa Resenha, da TV Difusora do Maranhão, sobre colocar o MP e a Justiça na “caixinha”, comprometeu ainda mais a imagem do presidenciável.


Foto: DivulgaçãoFoto: Divulgação

O momento de instabilidade emocional do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), pré-candidato ao Palácio do Planalto, seria um dos motivos do afastamento de um aliado histórico.
Segundo a coluna do Estadão, “Ciro está fora de controle” e a atual postura seria o motivo da recusa do secretário de Turismo do Governo do Ceará, Arialdo Pinho, de se envolver em qualquer função na campanha à Presidência do pedetista.
A declaração dada ao programa Resenha, da TV Difusora do Maranhão, comprometeu ainda mais a imagem do presidenciável.
Ciro teria afirmado que o ex-presidente Lula (PT) “só tem chance de sair da cadeia se a gente assumir o poder e organizar a carga. Botar juiz para voltar para a caixinha dele, botar o Ministério Público para voltar para a caixinha dele e restaurar a autoridade do poder político”.
Até um neoaliado, o prefeito ACM Neto (DEM), chegou a afirmar nesta quarta-feira (25) que o depoimento do pedetista “é ruim para a democracia porque você coloca uma nuvem de dúvidas sobre as decisões de um poder que tem que ser independente, que é o Poder Judiciário”.
Depois de ser afastado de uma possível chapa com o PT, o ex-ministro foi descartado pelos partidos do Centrão, que optaram por uma aliança com o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, na corrida ao Palácio do Planalto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here