Últimas notícias

C* de Cachorro: 'Para cantar, tem que gostar de música erudita', diz Robyssão

(Foto: Robson Mendes/Arquivo CORREIO)


Música tem recebido críticas nas redes sociais; entenda

e você esteve longe da internet nos últimos dias, talvez desconheça a nova polêmica da música baiana nas redes sociais. Lançada pela banda Black Style, liderada pelo cantor Robyssão, a música C* de Cachorro tem dividido opiniões. Os versos repetem o título da canção: “C* de cachorro, c* de cachorro, c* de cachorro/ Ele caga, ele caga e não suja o brioco”. 
Em um determinado momento, o cantor diz que “fica confuso” porque “o cachorro nunca fica de c* sujo”. Diante da repercussão, personalidades como o diretor teatral Fernando Guerreiro, presidente da Fundação Gregório de Mattos” se manifestaram sobre a música. Em sua página no Facebook, Guerreiro fez um desabafo. Disse que ‘tudo pode ficar pior’. 

“No desespero de chamar atenção da mídia, um popular ‘artista’ local acaba de me surpreender mais uma vez. A nova pérola do mancebo chama-se C* de Cachorro e a letra filosofa sobre o fato do referido animal defecar e não precisar se limpar (...). Tempos difíceis”, escreveu o diretor teatral.
Outros usuários do Facebook também comentaram a música. “Que horror! Melhor nem comentar para não render! Deprimente”, escreveu uma mulher. “Desejo, em nome dos animais, que o cretino que escreveu essa porcaria tenha uma caganeira”, criticou outro. 
“Bobagem musical sempre houve e continuará havendo aqui e em qualquer lugar do mundo... Faz parte, é normal. É diversão, agora, transformar isso em uma ‘febre’ passando por não dar atenção a artistas de qualidade, aí é que é defeito”, ponderou um usuário. 
Música clássica
Foi o que bastou para que o próprio Robyssão se pronunciasse sobre o assunto. Em um vídeo divulgado na sexta-feira (13), o cantor responde às críticas e perguntas sobre o caso. "Vim falar a respeito do grande sucesso, do fenômeno que está fazendo o maior sucesso no Brasil. Essa música é minha, é chamada: C* de Cachorro”, anuncia o cantor. 

Ele segue dizendo que tem sido abordado por muitas pessoas sobre a canção.
"As pessoas me perguntam: Robyssaõ, como é que você canta essa música? Eu digo para elas: olha só, presta atenção. Para cantar a música do cachorro não é qualquer pessoa, não. Para você cantar a música C* de Cachorro, você tem primeiro que ter um excesso de cultura e conhecimento, conhecer artistas e escritores do estilo barroco”, diz. 
Sem explicar qual é a relação entre a música e tais artistas, Robyssão continua. “Para você tentar cantar a música C* de Cachorro, você tem que conhecer obras do tipo de William Shakespeare, como, por exemplo, Romeu e Julieta, Hamlet... E ouvir, por exemplo, música clássica como A Flauta Mágica, Requiem Wolfgang Amadeus Mozart. Então, fica aí o recado. Para você conseguir cantar a música de cachorro, você tem que conhecer música clássica, gostar de música erudita”, respondeu. 
Música é de youtuber
Na verdade, a música C* de Cachorro é uma regravação. Ela é originalmente conhecida como Estilo de Cachorro, gravada pelo youtuber Gabriel Bartz. No YouTube, o clipe oficial da música de Bartz foi postado no dia 19 de abril deste ano e já passa de dois milhões de visualizações. Em seu Twitter, Bartz se define com humor. “Tem vezes que eu acho que sou retardado e tem vezes que eu tenho certeza”, afirma, em sua biografia. 


 

Nenhum comentário