Dono de gráfica em Feira de Santana é preso com milhares de talões da zona azul de Salvador

0
35
Policiais civis da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas de Feira de Santana (Draco/Feira) prenderam, na manhã de ontem (22), o empresário Adelmário Brito, em cumprimento a um mandado de busca e apreensão.

Ele está sendo acusado de confeccionar ilegalmente vários talões de estacionamento da zona azul da Transalvador, autarquia da prefeitura municipal de Salvador, responsável pela gestão do trânsito e dos estacionamentos públicos da capital baiana.
Adelmário Brito é proprietário da gráfica Brasil Brindes e Cartões, situada no bairro Campo Limpo, em Feira, e alega que foi procurado por uma pessoa de Salvador que solicitou a impressão dos talões, cada um a R$ 0,15. Acusado de integrar uma quadrilha de falsificação dos talões, o empresário foi preso no apartamento onde mora, localizado em um condomínio na Avenida Fraga Maia. No local foram apreendidos cerca de oito mil talões.
O advogado André Novais informou que Adelmário não tinha conhecimento sobre o uso ilegal dos talões.
“Ele foi procurado por uma pessoa de Salvador, de prenome João, solicitando esse serviço de serigrafia, que seria a impressão destes talões. Ele relatou que essa pessoa disse que tinha vencido a licitação, e o procurou pedindo esse serviço. Ele prontamente o atendeu e posteriormente ficou de receber outra parte do pagamento. Como é uma empresa de portas abertas, que atende a várias cidades da Bahia, ele fez as impressões de cerca de oito mil talões, a R$ 0,15”, informou o advogado.
Questionada sobre a provável falsificação, a defesa informou que não tem informações sobre o uso dos talões. A empresa atua em Feira há mais de dez anos.
Informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui