Partido de Bolsonaro vai criar ‘disque-denúncia’ contra suposta fraude na eleiçã

Apesar da medida, Justiça Eleitoral já tem canais próprios e até aplicativos para envio de queixas.

0
53

Depois de o candidato do PSL à presidência Jair Bolsonaro ter sugerido uma suposta “fraude” nas eleições desse ano, a direção da legenda resolveu criar uma espécie de “disque-denúncia” para receber relatos dos eleitores que conseguirem flagrar irregularidades. A informação é da coluna Painel, da Folha de São Paulo.

O PSL ainda pretende lançar cartilhas e uma plataforma para orientar voluntários que queiram atuar como fiscais no pleito.

Apesar da medida, Justiça Eleitoral já tem canais próprios e até aplicativos para envio de queixas. Conforme a legislação, cada partido ou coligação pode nomear até dois fiscais para acompanhar uma mesa receptora de votos. O PSL, no entanto, quer ir além e colocar voluntários auxiliando os trabalhos desses delegados.

Os relatos dos apoiadores de Bolsonaro devem servir para que o PSL faça eventuais questionamentos ao TSE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui