Alexandre Frota pode ser preso por dívida com pensão alimentícia

Ex-ator pornô, eleito deputado federal, tem três dias para pagar R$ 60 mil ao filho Mayã, 18, que recentemente desabafou sobre a relação com o pai.

1
37
Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

Alexandre Frota, eleito Deputado Federal em São Paulo pelo PSL, mesmo partido de Jair Bolsonaro, pode ser preso caso não pague em três dias, uma dívida de pensão alimentícia com o filho Mayã. Mesmo eleito, Frota ainda não foi nomeado e portanto não tem foro privilegiado.

O jovem desabafou sobre a relação com o pai após o resultado das eleições e disse que Frota “agora não vai poder usar” a “desculpa” de não ter “dinheiro para pagar a pensão”.

Mayã, 18, também afirmou não entender como o “ex-ator pornô, ex-viciado em cocaína, que defende a família” mas que queria o “abortar”, tinha se tornado Deputado Federal. Frota reagiu nas redes sociais e se defendeu: “O PORNÔ veio quando você tinha 4 anos de idade, e com o dinheiro do pornô, não sei se sabe, você também foi beneficiado”, escreveu.

O processo movido contra o ex-ator voltou a andar na última semana, de acordo com Extra. A Justiça pediu a soma de juros e correção por inadimplência, e o valor passou de R$ 9.176,24, para quase R$ 60 mil.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui