Defensoria Pública avalia pedir suspensão de contrato entre Prefeitura e Shopping Popular

0
33
Taiuri Reis
 
A Defensoria Pública de Feira de Santana avalia entrar com uma ação na Justiça para suspender o contrato entre a Prefeitura e a concessionária Feira Popular, que administra o Shopping Popular. A informação foi dada em primeira mão pelo defendor público João Lucas Neto ao De Olho na Cidade, durante audiência pública realizada pelos camelôs na tarde de ontem (29) no Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA).
 
 
“Por questão de sigilo, não podemos adiantar qual será nossa estrategia daqui pra frente. Mas é possível sim, pedirmos a nulidade do contrato entre as partes, caso sejam constatadas irregularidades nas taxas cobradas pelo espaço como afirmam os camelôs”, explicou o defensor.
 
Prestes a ser inaugurado, o Shopping Popular, que está orçado em R$ 200 milhões, vai contemplar 1.831 camelôs da rua Sales Barbosa e adjacências. O empreendimento também contará com áreas de serviços, amplo centro gastronômico e um moderno Centro de Convenções.
Leia mais notícias no www.berimbauemfoco.com.br, Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e veja nossos vídeos no Play Berimbau. Envie informações à Redação do Portal Berimbau em Foco pelo WhatsApp (75) 9 98174-4132.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui