Uso de medicamento é a principal causa de intoxicação na Bahia

0
161

Em 2017 foram registradas 1.305 notificações; as principais vítimas são as mulheres.

Tem gente que sempre carrega consigo um comprimido, seja para dor de cabeça, de garganta ou qualquer outro tipo de incômodo. Mas a automedicação, aliada à ingestão indiscriminada de remédios pode levar a um quadro de intoxicação. Segundo dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), o uso de medicamentos é a principal causa de intoxicação na Bahia este ano. Foram registradas 1.305 notificações. As principais vítimas são as mulheres.

Segundo Daniel Rebouças, toxicologista e diretor do Centro Antiveneno da Bahia (CIAVE), a intoxicação pelo uso de remédios  ocupa o primeiro lugar em todo o mundo. “A intoxicação por medicamento, em geral, gira em tono de 40%”, explica.

O DATASUS também apontou outras causas de intoxicação com números expressivos de ocorrências, como por alimento ou bebida (420), raticida (276) e produto de uso domiciliar (240).

O médico explica que os principais remédios causadores de intoxicação são aqueles utilizados para o tratamento de doenças mentais, neurológicas, cardiovasculares e para controle do diabetes. Mas ele alerta que os mais usados em todo o mundo  são os analgésicos, que também apresentam riscos, principalmente pela facilidade de acesso à droga.

Conforme  o especialista, a ingestão indiscriminada e contínua de analgésicos pode resultar também em uma hepatite fulminante, doença grave que atinge o fígado e pode levar à morte um curto período de tempo. “O que acontece na maioria das vezes é um descuido, um desconhecimento e falta de orientação das pessoas em relação a esses medicamentos”, opinou Daniel Rebouças.

O toxicologista diz que as crianças estão mais vulneráveis à intoxicação de medicamentos, por conta de erros de administração por parte dos pais e responsáveis e ingestão acidental.

Os acidentes também afetam os adultos e, sobretudo,  os idosos, pois eles esquecem que já foram medicados e repetem a dose. “Existem também as tentativas de suicídio, que têm um percentual alto. Medicamento é o principal grupo de produtos tóxicos que o pessoal usa na tentativa de suicídio”, completou.

Rebouças revela ainda que, muitas vezes, esse tipo de intoxicação não apresenta sintomas imediatamente. A orientação é procurar um serviço médico de urgência após o consumo do remédio, levando a embalagem da medicação.

- ANUNCIE AQUI 75 98174-4132-

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here