‘Vão me matar e dizer que eu me suicidei’, afirma Najila Trindade

0
10
A modelo Najila Trindade, 26, afirma que sua vida se tornou um inferno. Responsável por acusar o jogador Neymar de agressão e estupro, ela falou com o BuzzFeed e, na entrevista, afirmou que não consegue mais cuidar do filho e que tem medo de ser morta.
“Estou com muitos problemas emocionais, pressões. Minha vida está do avesso. Não como, não durmo e todo mundo me exige entrevistas”, afirmou ela ao BuzzFeed.


Para o portal, Najila falou repetidas vezes sobre o suposto arrombamento de seu apartamento. A história foi contada inicialmente pela advogada dela, mas foi desmentida posteriormente pela proprietária do imóvel em entrevista à ESPN.
O que tem incomodado a modelo, no entanto, é o que ela afirma ser um complô contra ela. Ao comentar sobre o modo como as pessoas a tem tratado, ela disse que tem medo inclusive de ser assassinada.
“É mais fácil me incriminar como puta e fim, arquivar o caso. Esse mundo é uma merda. E sabe o que vai acontecer? Vão me matar e dizer que eu me suicidei, que estava mentindo e vida que segue. Mulheres continuarão a ser estupradas, violadas, violentadas e tratadas como lixo”, afirmou Najila ao BuzzFeed.
Entenda o caso
Na última sexta (31), Najila Trindade Mendes registrou um boletim de ocorrência na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, acusando o atacante Neymar por estupro no dia 15 de maio, em Paris.
No boletim de ocorrência, a mulher afirmou que conheceu o jogador pelo Instagram e foi convidada para viajar até a França. No dia 15, Neymar teria chegado embriagado ao hotel e, segundo a mulher, ele ficou agressivo e praticou relações sexuais sem consentimento.
A denúncia foi noticiada no dia seguinte, 1º de junho. Logo depois, o pai de Neymar apareceu no programa ‘Brasil Urgente’, da Band, e tentou descreditar a versão da mulher.
Na noite do dia 1º, Neymar postou um vídeo em sua conta do Instagram se defendendo das acusações e mostrando a conversa que teve com a mulher, incluindo fotos íntimas enviadas por ela.
Na quarta-feira (04 de junho), Najila Trindade Mendes apareceu publicamente e reafirmou o que disse no boletim de ocorrência: que foi agredida e estuprada. Na mesma noite, um vídeo de Najila agredindo Neymar foi divulgado, supostamente do dia seguinte ao ato sexual, quando a mulher exigia uma confissão do jogador.
Leia mais notícias no www.berimbauemfoco.com.br, Siga nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e veja nossos vídeos no Play Berimbau. Envie informações à Redação do Portal Berimbau em Foco pelo WhatsApp (75) 9 98174-4132.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui